quinta-feira, 17 de maio de 2012

Famílias edificadas, cidades transformadas!


TEXTO: SL 127.1

 

INTRODUÇÃO: O Salmos 127.1 fala de edificação. O Salmo nos adverte que o Senhor é quem deve edificar a casa e Dele vem a proteção.

 

*Dos 1005 cânticos do Rei Salomão, somente este e o Salmos 72 são atribuídos a ele....

Aprendemos no Salmo:

 

1 – Toda forma de edificação material, sem a benção do Senhor é em vão. V.1

 

A – O perigo do mundo consumista. Não tem limites para adquirir, conquistar, mas o Senhor nos aconselha: 

 

“Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão de dores, pois assim dá Ele aos seus amados o sono.” Sl 127.2

 

“Por isso, vos digo: não andeis cuidadosos quanto a vossa vida...pelo comer...beber...vestir...as aves do céu não semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiro; e vosso Pai Celestial as alimenta...quanto ao vestuário...mas buscai primeiro o reino de Deus, e a Sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas.” Mt 6.25-33.

 

“A benção do Senhor é que enriquece, e Ele não acrescenta dores.” Pv 10.22 

 

2 – A edificação familiar também depende da benção do Senhor. V.1, 3

 

 Como está a nossa família?

 

A - È um lar dividido? Gn 25.27,28 / Sl 127.3

 

- Esaú era caçador, Jacó era “sossegado”, caseiro.

- Nossos filhos são diferentes.

- Temos que amá-los com suas diferenças!

B – A vida conjugal está bem?

 

- O esposo tem amado a esposa? Ef 5.25: “Vós, maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela.”

 

- A esposa tem amado o esposo? Tito 2.4: “para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, e amarem seus filhos.”

 

C – O problema da infidelidade.

 

- Segundo últimas pesquisas ( Jornal O Tempo ), tem crescido o número de mulheres infiéis.

 

- Segundo o IBGE, em 2002 foram realizados 715 mil casamentos no Brasil. Naquele mesmo ano, houve 225 mil separações e 80% dos casais que se separam têm filhos menores.

 

- 60% das separações foram requeridas por “condutas desonrosas ou graves violações dos deveres conjugais”, ou seja, adultério.

 

- Quem mais sofre nas separações são os filhos!

 

3 – Para que o Senhor guarde a cidade, Ele tem que ser o “Senhor da cidade.” V.1 b

 

ELE SÓ SERÁ O “SENHOR DA CIDADE”, TORNANDO-SE CONHECIDO POR ELA. MAS COMO ELE SE DARÁ A CONHECER, SE NÃO ATRAVÉS DE SEU POVO?

 

VEJAMOS O EXEMPLO DE FILIPE EM SAMARIA: ATOS 8.5-8.

 

A – Filipe pregou a Cristo. V.5: “E, descendo Filipe a Samaria, lhes pregava a Cristo.”

 

- O Jesus que salva, cura e liberta! Jo 8.32

 

- Pregar o Jesus que operou no passado e morreu por nossos pecados. Is 53.4,5: “Mas Ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniguidades...o Senhor fez cair sobre Ele a iniguidade de nós todos.”

 

- Pregar o Cristo que morreu, mas ressuscitou em glória:

 

Lc 24. 5,6: “Por que buscais o vivente entre os mortos? Não está aqui, mas ressuscitou.” (Maria Madalena, Joana e Maria mãe de Tiago)

 

Sl 24. 7-10: “Levantai-vos ó portas as vossas cabeças; levantai-vos ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória.” “ Quem é Este Rei da Glória? O Senhor forte e poderoso, o Senhor poderoso na guerra.” “Levantai-vos, ó portas as vossas cabeças; levantai-vos, ó entradas eternas, e entrará o Rei da Glória.” “Quem é Este Rei da Glória? O Senhor dos Exércitos; Ele é o Rei da Glória.”

 

Ap 1.12-18: “...vi sete castiçais de ouro; e, no meio dos sete castiçais, um semelhante ao filho do homem, vestido até aos pés de uma veste comprida e cingido pelo peito com um cinto de ouro...cabeça e cabelos eram brancos como a lã.....e os olhos como chama de fogo....pés, semelhante a latão reluzente,....sua voz, como de muitas águas....Seu rosto era como o sol, quando na sua força resplandece.”

 

- Ele é o Rei da Glória e quer ser o Rei de nossa cidade também!!!

 

B – Filipe operava milagres pelo poder do Espírito Santo. V.6,7

 

v.6 “...porque ouviam e viam os sinais que ele fazia...”

 

v.7 “...e muitos paralíticos e coxos eram curados.”

 

Mc 16.18: “...e imporão as mãos sobre os enfermos e os curarão.” 

 

C – Quando Cristo reina, há alegria na “cidade”. V.8

 

“E havia grande alegria naguela cidade.”

 

- Porque as pessoas eram libertas

 

- Os enfermos eram curados

 

-Famílias eram transformadas

 

- Havia salvação!

 

CONCLUSÃO: Deus quer levantar um povo que se interessa que Cristo reine não só em suas vidas, mas também na sociedade onde vivem!

 

 





Nenhum comentário:

Postar um comentário