segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Canaã é para cima, o Egito é para baixo.

Confira:

Gn 12.10;13.1; 26. 2; 43. 15, 20; 44. 23, 24, 26, 33, 34; 45. 9, 25; 46. 3, 4; 50. 5-7, 9, 14, 24.

Veja a diferença de decisões:


- Judá "desceu" a um povo que não era o seu . Gn 38. 1. 
- "E José foi levado ao Egito..." Gn 39. 1


Há uma grande diferença entre decidir "descer" e ser "levado", não acha?

Vemos outro José, agora o esposo de Maria, mãe de Jesus, sendo orientado pelo Senhor a se refugiar no Egito por um período de tempo, até que Herodes morresse e o perigo de morte passasse. (Mt. 2. 13 - 23)

Egito não é lugar para o povo de Deus habitar. É símbolo do mundo com as suas paixões. Não tem como adorar a Deus vivendo no "Egito" (Ex. 5.1-3; 8.1). Por mais que habitemos neste mundo, "não somos do mundo" (Jo 17. 14), estamos aqui de passagem, pois nos aguarda uma pátria celestial, onde viveremos por toda a eternidade.

Decidir viver no Egito (entenda) é sempre símbolo de fracasso, de alguém que escolheu "descer". Canaã é símbolo dos vitoriosos, daqueles que "sobem", que triunfam sobre o mundo e o pecado, e tem convicção de uma morada eterna, no céu (Hb 13. 14)

Quebre a aliança com o Egito, vem pra Canaã! Vem pra Jesus!

Em Cristo,

Samuel Eudóxio

Nenhum comentário:

Postar um comentário